domingo, 10 de agosto de 2014

Rápido e Chegando–Flash!

É, rapazes e mocinhas, a CW divulgou esses dias um comercial rapidinho e muito empolgante de THE FLASH. A série que vem prometendo há vários meses, que teve seu piloto vazado muitos meses antes do lançamento, que será no dia 7 de outubro deste ano (2014).
Depois que um acelerador de partículas provocou uma tempestade no mínimo bizarra, Barry Allen, um investigador é atingido por um raio, entrando em coma. Acordando meses depois ele tem a surpresa do incrível poder da velocidade, não, da super-velocidade. Para a sorte dos habitantes de Central City, ele se torna The Flash, o nosso amado super-herói.

Maneiro, não?

Vejo vocês por aí,


Sr Paçoca.

domingo, 6 de julho de 2014

Paçoca do mês!–Bookcast nº 2

Olá amiguinhos, sentiram minha falta?!
Eu sei que não!!
Venho aqui apresentar a vocês um projeto que eu tenho junto com o Caíque Pereira, a Nanda Estrela e a Gabi Lima:
O BOOKCAST!
eu-pergunta  - Oooooh, o que é isso?
O Bookcast é um documentário bem humorado sobre livros, coisas relacionadas a livros e também alguma coisa sobre literatura.

Assistam e desvendem esse mundo :D



Boa paçoca e muita aventura. \õ

terça-feira, 6 de maio de 2014

Resenha - JOGO - The Amazing Spider-Man 2

The Amazing Spider-man 2 foi de fato um filme que superou minhas expectativas, tanto no quesito “OMG”, no quesito “NOWAY” e no quesito “WHATAFUCK”, sem falar dos efeitos modafocas que fizeram do filme uma verdadeira obra de arte.
Game 2014-05-04 20-16-22-07[15]Assim como o filme, o jogo não deixou a desejar, os gráficos não são dignos da nova geração, porém são agradáveis e bonitos, a jogabilidade é semelhante ao jogo do primeiro filme de Webb, porém as falhas e falta de sal do primeiro jogo foram superados neste, que prometeu uma nova forma de navegar por Nova Iorque e também uma nova variedade de skills e opções dentro do jogo. O jogo se passa dois anos depois da morte de Tio Ben, Peter ainda está a procura de seu assassino e reúne provas e pistas para encontrar o vilão, quando descobre, é tanta coisa que acontece e rumos distintos que a história toma que só jogando pra entender, haha.
Uma coisa muito interessante desse jogo é o fato de você ter um contato direto com o velhinho sacana e maior papagaio de pirata do mundo cinematográfico da Marvel: Stan Lee. Sim, ele aparece no jogo e é de grande importância, dono de uma loja de quadrinhos, Stan te apresenta para um mundo de funções dentro do jogo. Sua loja possui uma galeria de quadrinhos clássicos e atuais da Marvel e, para conseguir esses quadrinhos, você deve coletar as suas páginas pela cidade. Além dissoThe_Amazing_Spider_Man_2_63070, temos um mini-game maroto onde o aranha tem que derrotar alguns membros de gang, serve mesmo para você treinar suas habilidades de combate. Além disso, temos o quarto de Peter, onde você pode fazer coisas semelhantes à loja de quadrinhos, como uma “safehouse”. A coisa mais bacana de lá são os trajes, no decorrer do jogo você vai colecionando diversos trajes do aranha, clássicos e atuais, outros um tanto exóticos.

eu-bunito
- Eu lhes pergunto amiguinhos:
- Vale uma paçoca?



Vale, sim! O jogo não peca em questão de história, temos um mundo enorme para explorar e manhattan inteira para proteger. Estou me divertindo bastante nesse novo jogo, conseguiu me prender tanto quanto o jogo do terceiro filme de Sam Raimi (Spider-man 3). Acho que o que fazia maior falta era a exploração da cidade fazendo os movimentos fluidos e bem trabalhados, o que há de sobra em The Amazing Spider-man 2.

Go Spidey!
Boa paçoca e muita aventura!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

(Que horas são?) Hora de Aventura!–”As Aventuras do Caça-Feitiço”

Ou em inglês, “Spook’s”, é uma coletânea de coisas fantásticas criadas por Joseph Delaney, as mais fantásticas que podem existir no mundo, porque cara, é muitjosepho bom. Comecei a ler a série no dia 17 de janeiro e estou agora sofrendo com a espera do oitavo livro da série, que lá no Reino Unido já está no livro 13 :(. A história não é colocada em nenhuma época certa, pelo menos até onde há livros no Brasil, mas eu suponho que  se passe na época da Inquisição, século XI e XII. Toda a história se passa no Condado de Lancashire, na Inglaterra, onde o próprio autor mora.

Vale uma paçoca?

E como! Thomas J. Ward é um jovem de aparência deprimente, magricela e é normalmente desacreditado pelos irmãos. Veja bem, na época os filhos deveriam seguir ofícios diversos e, como Tom (como gosta de ser chamado) mora num Sítio, com seu pai, mãe e seu irmão Jack, deve-se esperar que o magrelinho sirva para alguma coisa no sítio, mas não. O rapaz é o sétimo filho de um sétimo filho, o que dá o poder da visão a ele, ou seja, ele consegue ver seres sobrenaturais, como fantasmas, almas penadas e consegue pressentir o mal. Sendo assim, seus pais decidem que o melhor a fazer pelo garoto é colocá-lo como aprendiz de Caça-Feitiço. O Caça-Feitiço, John Gregory, primeiro faz um teste maroto com Tom, ninguém gostaria de passar por esse teste, mas ele Alice-Deane-the-wardstone-chronicles-22982380-900-740consegue e finalmente, se torna o aprendiz de John. Depois disso, diversas coisas absurdas acontecem, Tom conhece uma garota que o mete em seríssimos apuros, Alice Deane, sobrinha de Lizzie Ossuda, uma feiticeira malevolente da pesada. Como não amar Alice?

As aventuras são narradas de uma maneira cativante, e eu não estou dizendo isso como clichê, é cativante mesmo!! Aquilo prende você a um estado de tensão nunca visto antes, Joseph Delaney é um vovô muito sacana que consegue nos divertir, nos entristecer e perder o fôlego, de verdade, quase não dá pra respirar até o capítulo terminar. Você se perde na leitura de uma forma deliciosa, devora o livro em dias, senão horas.

Enfim, leia! Divirta-se e não se arrependa! Ah, é claro…

Não leia à noite. (:

 

Boa paçoca e aventura.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Paçoquita da Semana - Sherlock Holmes

↓ Watson e Holmes, respectivamente, nos livros. 
- "Sherlock", de Steven Moffat e Mark Gatiss, sem dúvida nenhuma é uma série fantástica, cheia de mistério, comédia, suspense e tensão. E para contrariar a famosa "não dá pra ser melhor", as histórias originais de Sir Arthur Conan Doyle conseguem, indubitavelmente, ser melhores que a série. O humor ácido de Holmes é ainda mais divertido, mesmo se tratando de meados do século XIX.
   ↓ Holmes e Watson, respectivamente, no seriado.

A paranoia do detetive consegue ser ainda mais hilária e intrigante nas histórias de Sir Arthur. Sherlock chega a conclusões mirabolantes de casos mais mirabolantes ainda. Ainda tem o velho amigo médico, Watson, que nem na série, empenhado, animado com os casos loucos de Holmes e quase tão sagaz em resolver os crimes quanto o amigo. Na série, diferente do livro, a história se passa nos dias atuais, em meio a Londres do século XXI. Mesmo com todos os aparatos tecnológicos que temos a nosso dispor para resolver os mais trágicos e misteriosos casos de crimes e aventuras, a eficácia de Holmes se mostra superior a qualquer outro meio, afinal de contas, ele é nada menos que Sherlock Holmes.









Eu estou lendo "As Aventuras de Sherlock Holmes", em hard cover da Zahar, o livro conta com 12 contos, comprei na época por R$22,90, mas já vi por menos de 19,90 nas lojas das internetes. (Dona Saraiva, Sr. Submarino, entre outros).